Entenda melhor o exame toxicológico
13 de março de 2019
Saiba quando ir ao cardiologista
27 de março de 2019
Exibir tudo

A tosse seca persistente é caracterizada por uma tosse sem a presença de secreção que dura por um tempo maior que o normal. Ela pode ser provocada por fatores simples como uma reação alérgica e, se não cuidada devidamente, pode evoluir para casos mais graves.

Suas causas mais comuns são:

  • Alergia: poeira, pelos de animais e pólen de flores são causas comuns de alergias que podem provocar irritação na garganta, fazendo com que ocorra a tosse até que seja eliminada;
  • Problemas cardíacos: a insuficiência cardíaca provoca o acúmulo de líquido nos pulmões, podendo também causar tosse;
  • Cigarro e poluição: o uso frequente de cigarro e a exposição excessiva a poluição são fatores que podem fazer com que a tosse persista e se agrave, pois, nesses casos, há uma constante irritação da garganta;
  • Asma: essa patologia possui sintomas como falta de ar, ruído ao respirar e, principalmente, a tosse que se torna persistente com o passar do tempo.

Tratamento

Antes de decidir qual o tipo de tratamento, é necessário identificar as causas da tosse. Em casos de alergia, é indicado o uso de remédios antialérgicos. Além disso, é recomendado a ingestão de, pelo menos, 1,5 litros de água por dia, pois, dessa forma, as vias aéreas ficam hidratadas e isso ajuda a evitar a irritação delas.

Entre em contato com o Dr. Imuvi e agende a sua consulta.